Meditação reduz sensibilidade à dor

A meditação pode ajudar as pessoas a reduzir a sua sensibilidade à dor ao aumentar o volume de áreas específicas do cérebro, segundo cientistas da Universidade de Montreal, no Canadá.
Num artigo publicado na revista Emotion da Associação Americana de Psicologia, os especialistas destacam os resultados de um estudo com 35 pessoas que tinham dores crónicas, indicando que os 17 praticantes de meditação apresentaram, em ressonância magnética, maior espessura de uma região central do cérebro que regula a dor – o cíngulo anterior.

Além disso, os ‘meditadores zen’ tinham menos sensibilidade à dor causada por um aparelho de calor.

«Através do treino, os meditadores parecem aumentar certas áreas de seu córtex, e isso parece estar por trás da sua menor sensibilidade à dor», disse o investigador Joshua A. Grant, líder do estudo.

«Descobrimos uma relação entre o espessamento cortical e a sensibilidade à dor que apoia estudos prévios nossos em como a meditação zen regula a dor», concluiu, acrescentando que além de ajudar a reduzir a dor crónica, a meditação pode ajudar a prevenir a redução de massa cinzenta causada pelo envelhecimento ou decorrente de problemas como um acidente vascular cerebral.



Partilhar:

Localização



Contactos

Rua da Restauração Lote 26 r/c Dt.
2410-161 Leiria

(+351) 244 829 083

geral@especialmedicos.pt

Como chegar até nós? (Link Google Maps)

Envio de mensagem para a Especial Médicos

Obrigado pela sua mensagem! Vamos ser breves na resposta.

Houve um problema no envio da sua mensagem. Por favor, tente novamente.

Preencha todos os campos no formulário antes de submeter.

© 2017 Especial Médicos, developed by SF Soluções and Web21


Partilhar: